Coluna Viciado: A Pior Coisa Que Eu Já Cheirei

Viciado: A Pior Coisa Que Eu Já Cheirei

02/27/16 08:07:02 (44 comentários)

por: Dr. Marlen Elliot Harrison

Desde criança meus pais influenciaram fortemente minha paixão e me iniciaram no universo da fragrância. Cada um deles tinha um perfume que era sua assinatura, e o aroma deles regularmente sempre estiveram no ar como uma brisa; eu sempre soube o que exatamente comprar. Enquanto eu gostava da baunilha picante do Shalimar de Guerlain de minha mãe, já me sentia um tanto indiferente ao cítrico musk da Royal Copenhagen do meu pai. Ambos os perfumes eram super básicos para meus pais e eles raramente tinham uma segunda alternativa, no caso minha mãe se satisfazia com um Anaïs Anaïs de Cacharel, e meu pai com uma única garrafa do original Azzaro pour Homme.

Um dos meus anúncios favoritos de Shalimar, de 1968, "Um tributo ao início do amor”.

Minha mãe tinha o hábito de regularmente ganhar como presentes outros perfumes, mas nunca os usava; sempre ficavam no armário para serem representeados para alguém sortudo (a) no futuro. Mas houve uma exceção - uma fragrância que de alguma forma nunca fora doada e de seu armário não desaparecia. Talvez porque a pessoa que deu o presente tenha sido muito simpática ou até mesmo a fragrância poderia ter algum tipo de significado especial.

Certa vez durante uma arrumação em casa, arrumando e embalado perfumes do armário da minha mãe, eu realmente tive que dar uma fungada desse perfume misterioso, e devo dizer que: foi, simplesmente, a pior coisa que eu já tinha cheirado em toda a minha vida (doravante ele era simplesmente foi um BLÉÉÉ para mim). Após ter cheirado aquele BLÉÉÉ, fiz exatamente uma cara semelhante a do rapaz do GIF abaixo:

"Isso é um perfume?!" Eu perguntei.

"O que você quer dizer?!" Minha mãe respondeu.

"Quero dizer... Isso... É nojento."

Tornei cheirar novamente e ela acrescentou: "Ele é francês, e foi um presente".

"É terrível, a pior coisa que eu já cheirei na vida", concluí.

Eu nunca esqueci aquele aroma - amargo, oleoso, seco e pesado em uma mistura que remetia a tubo de aspirador de pó prestes a pressão em seu uso excessivo, começando a queimar já após longas horas de uso. Ou talvez ele me remetesse também a cheiro de cabelo chamuscado. Ou quem sabe aos odores das grandes garagens industriais de estação de gás.

Por curiosidade e em resposta aos comentários impressionantes e apaixonados sobre o tal perfume BLÉÉÉ aqui no Fragrantica, reconheço que quando conheci tal aroma o encarei com um nariz inexperiente de uma criança. Talvez se meu farejador já fosse mais maduro e refinado, certamente reagiria de forma diferente. Talvez fosse hora de experimentar aquele BLÉÉÉ novamente.

Sendo assim, longe do e-bay, fui atrás de uma garrafa para mim, e não foi difícil encontrá-la, seu preço é foi bastante acessível e o mesmo ainda está em produção nos dias de hoje com o aroma intacto, mesmo depois de 55 anos de existência! Eu mesmo optei por uma versão EDP, como foi apenas alguns dólares a mais do que a EDT e para que eu pudesse examinar o BLÉÉÉ em toda sua suposta glória.

Quando adquiri minha garrafa eu estava bastante ansioso por antecipação. Estava eu prestes a encarar um demônio do passado ou me reencontrar com uma fragrância retrô, chyprada madura, com foco nas notas de couro?! Eu esperava por algo que evocasse as imagens que seguem abaixo:

Ou talvez isto:

Cuidadosamente abri a caixa e fui imediatamente lembrado da garrafa, já a conhecia desde minha infância, embora esta versão mais recente já não fosse tão octogonal, de vidro transparente e mais plano em ambos os lados.

Dei uma única borrifada no pulso e para minha decepção, vivenciei o mesmo fedor lá do passado. "Ah não!" eu pensei, "ele realmente é a pior coisa que eu já pude cheirar”.

Existem fragrâncias que cruzaram meu caminho que simplesmente não as apreciei em nada: muitas vezes estes aromas continham notas de Cominho, Madeira Gaiac, Musgo de Carvalho, Vetiver, Pau-Brasil ou Aldeídos. O tal BLÉÉÉ continha Musgo de Carvalho, Vetiver e Aldeídos. Um horror aquilo ali.

Marlon de forma nada distinta em Apocalypse Now

Imediatamente estendi meu braço à minha mãe, sentada na sala, fosse para sadicamente torturá-la com aquele cheiro ou ver se ela iria relembrar do tal, ou quem sabe os dois.

"O que é isso?" Ela perguntou com uma cara de desagrado.

"Você não reconhece?!" Perguntei.

"É terrível." Disse ela.

"Sim." Respondi.

"Talvez a pior coisa que eu já cheirei." Continuou minha mãe.

"Sim." Confirmei.

"BLÉÉÉ!" Fez minha mãe.

"Sim. E você o tinha em seu armário." Respondi.

"Nunca!" Ela disse.

"Você o tinha guardado, sim." Eu insisti.

"Eu nunca usei uma coisa dessas! Isso é nojento!" Ela disse aborrecida.

"Eu não disse que você usava, mas você já o possuiu sim. Você disse ter ganhado ele como presente." Finalizei.

Feito. Todas minhas suspeitas foram confirmadas, de que todos aqueles que elogiam esta monstruosidade em forma de fragrância não podem ser meus amigos. O mau cheiro era tão ruim que eu tive que lavar meu braço na pia imediatamente. Infelizmente, o tal BLÉÉÉ apenas desejava minha atenção, contudo persistentemente se recusava a deixar minha pele. Teimoso! E é exatamente o significado do nome desta dita fragrâncias.

Tabaco?! Couro?! Patchouli?! Certo – idêntico ao interior de uma bolsa de couro velha de uma fumante viciada no uso excessivo de batons. Sândalo?! Âmbar?! Almíscar?! Isso é sério? De jeito nenhum!

E assim foi – O tal BLÉÉÉ não era apenas uma mera idiossincrasia do nariz de uma criança, mas um aroma “fedorento”, por direito, que eu não poderia jamais pensar em algum dia me ver vestindo ele. Embora algumas pessoas próximas a mim terem dito que ele lembra ao perfume da imagem abaixo...

Já para mim ele lembrou algo completamente diferente:

Hoje entendo porque minha mãe manteve sua garrafa por todos esses anos guardada; ela não tinha coragem de punir alguém por lhe presentear com uma bomba nada cheirosa dessas.

Se você acompanha meus Artigos aqui no Fragrantica ou em qualquer outro lugar que eu escreva, você sabe que eu nunca escrevi nenhum comentário negativo sobre qualquer perfume que seja. Decidi conscientemente não usar mais que 500 palavras para descrever poeticamente sobre os odores abomináveis já um dia percebidos ao meu redor. Sempre revejo minhas fortes reações positivas, neste sentido, como forma de demonstrar suficientemente meu encantamento pelo mundo das fragrâncias, para me manter escrevendo pelos menos pelos próximos cem anos. No entanto, acredito que muitos de vocês possam ter se identificado com a anedota que lhes contei logo acima. E assim, da mesma forma que experimentamos um prato terrível em um determinado restaurante, devo dizer que qualquer um de nós, podemos também vivenciar tal experiência com uma determinada fragrância horrorosa em nosso cotidiano.


Por favor conte-nos sobre sua "nêmesis" perfumada ou o que para você representa BLÉÉÉ num comentário abaixo.

 

Imagens por ordem de aparição: Etsy.com; Giphy.com; Ernest Procter, "The Interior of a Garage Boulogne," Imperial War Museum; Etsy.com; Travel.India.com; Giphy.com; Wikipedia.org; Fragrantica.com; e-xpressor.com; Giphy.com

Outro artigo desta série:

Dr. Marlen Elliot Harrison

Editor Executivo

Dr. Marlen Elliot Harrison é jornalista no segmento de fragrâncias, suas publicações têm aparecido na imprensa internacional e em publicações on-line, tais como Playboy, Men’s Journal, Men’s Health e no The New York Times. Marlen também trabalha como coordenador de escrita no Museu Nacional de História Natural e como professor/supervisor do corpo docente de Literatura para os programas de pós-graduação on-line da Southern New Hampshire University’s. Saiba um pouco mais sobre Marlen em www.MarlenHarrison.com.

Tradução: Jernê Knowles

 

 





Advertisement

Daniel Rocha
Daniel Rocha

Meu bleeee vai para o Le Male toda vez que eu o uso ouço uma crítica.nem um mísero elogio meu Deus eu gosto do cheirinho dele, mas o povao ao meu redor torce o nariz se afastam de mim e olha que uso duas borrifadas uma em cada lado do pescoço somente le male não uso mais :( adorei o seu texto ri litros...

Aug
18
2016
Ana Sacani
Ana Sacani

Não lembro de DETESTAR algum perfume. Muitos (como j'adore, Coco mademoiselle e D&G light blue) não combinam comigo e não me vejo usando, mas não consigo eleger um perfume que eu não suporte.
Um cheiro em geral que eu tenho pavor é de espirro, gente com gripe, essas coisas.
Meu pai e avô tem uma metalúrgica e quando eu era pequena meu pai chegava em casa de alguma manutenção (empresa pequena é assim, o dono é funcionário kkkk) fedendo a cocô de porco! Existe uma máquina que - muito resumidamente - seca os detritos dos suínos para transformar em biocombustível para queimar na caldeira. Esse cheiro penetrava em tu-do!
Ainda assim não acho esse cheiro pior que o de espirro =P

Aug
18
2016
Denise Ferreira
Denise Ferreira

Meu Bléé vai para Pink Sugar da Aquolina, Fantasy e seus flankers de Britney Spers, não suporto perfumes melados, açucarados com muito raras exceções...como La vie est Bele que eu gosto mas não amo!

Aug
16
2016
Bellemorais
Bellemorais

Pior do que os perfumes tenebrosos é a durabilidade do que não gostamos. Nosso nariz parece não querer se acostumar com nossas assombrações e o cheiro nauseante permanece na alma...

Aug
14
2016
socorrosouza
socorrosouza

Esses são os blehs para mim por que muita gente gosta, ou adora esses perfumes e muitos são tecnicamente muito bons (excelente fixação e projeção).

Truth or Dare - em mim fica gritado, as tuberosas irritantes, é um huis-clos, e o pior, fixa e projeta demais, até para tirar fica difícil. Já testei em dias quentes e mais frescos, mas fica a mesma coisa, é totalmente linear em mim, só dura menos no verão.

Black Rose da Mahogany- também não casa comigo, mas pelo menos a longevidade é menor e não projeta tanto. Verão ou inverno, linear ,aveludado mas o cheiro fica muito ruim em mim

Rumba - gosto de perfumes vintage mas esse ficou horrível em mim, a longevidde não foi tão grande pois passei beeem pouquinho em um dia ameno.

Joop Femme - eu adorava a versão dos anos 90, usei por mais de uma década, pois comprei muitos vidros de uma vez, era longevo e tinha uma projeção excelente. Agora ele cheira a incenso dos mais ordinários, me sinto presa numa loja esotérica de quinta categoria. Pelo menos não dura mais tanto.Era um perfume tão elegante, praticamente o único com civeta que eu gostava.

Cabochard - sempre detestei, não fica bom em mim, sempre achei mais masculino, mas meu pai amava.

Aug
14
2016
Nandanaturologa
Nandanaturologa

Acho que tudo com manjericão, manjerona, tomilho, sálvia etc deveria servir só p temperar comida e não p passar no corpo

Aug
11
2016
Lu
Lu

Hahaha... Uma verdadeira saga dos horrores!

Meus Top 3 "Blééééé": Womanity, Escape e DKNY Be Delicious.

O Womanity eu provei quando lançou e ficou o trauma... Quem sabe atualmente a minha percepção fosse diversa, mas não vou atrás, vai ter que chegar na minha porta. Rsrsrs...

Aug
10
2016
Matheus Aguilera
Matheus Aguilera

Far Away e Morena Flor PRA MIM são BELÉM.

Aug
03
2016
novoshorizontes
novoshorizontes

Muito provável que ele esteja falando do Cabochard Gres Feminino.

Aug
03
2016
Ana San
Ana San

Cheiro é muito subjetivo... não suporto o Dune... em compensação tem gente que adora... Mas acho muito preconceituoso associar um perfume a uma etnia... ou essa "modinha" de referirem-se aos clássicos como perfume de "tia velha" solteirona... também não aprecio o GB em minha pele... daí referirem-se a perfume de gente "velha" ou "gorda"... nossa... que falta de educação, bom senso e bom gosto...fiquei até curiosa pra saber qual aroma agrada um "tipo" desses... affs

May
01
2016
Leidi
Leidi

Nossa kkkkk
Mais tem muitos bléééé´mesmo
agora para mim o Gabriela Sabatine é o pior
detesto
como alguma mulher pode gostar daquele perfume
e pior que vc fala todos acham que é bom,
eu não
Cheiro de velório é o que me lembra

Apr
23
2016
marciano
marciano

os meus blééés: givenchy gentleman ; boucheron pour homme ; e o malbec, não por ser um perfume ruim, mas por causa dos excessos . o pessoal toma banho com ele e vai para o ponto de ônibus sob um sol de 50 graus. aí é soda......

Apr
11
2016
wagnerdotaol
wagnerdotaol

Meu BLEEE vai para o JOOP!! =S

Apr
05
2016
foflyne
foflyne

Já tive muitos infortúnios perfumísticos na minha vida. Que eu me lembre, o primeiro foi com um colega de escola. Ele sentava na carteira atrás de mim, e usava um perfume muito forte que me provocava dores de cabeça todos os dias. Eu sabia reconhecer a distância do garoto a partir daquele cheiro, eu detestava e tinha uma amiga que gostava dele, e queria que eu o convencesse a conhecê-la, mas quando eu ia conversar com ele, meu cérebro ficava confuso e eu só tinha vontade de correr para longe. Como eu não queria confusão dizendo a ele que o futum era forte e eu queria saber qual era a fragrância para que eu nunca desse de presente a alguém, tive ao menos de perguntar. Era o Kaiak da Natura. Ele deve ter achado legal de eu ter perguntado e PASSOU AINDA MAIS no outro dia... Ainda bem que ele mudou de escola no ano seguinte!

Outro trauma foi o morango com champagne da Victoria Secret's. Tinha uma amiga que só falava nesta fragrância, ela chegou a encomendar o hidratante de uma pessoa que viajou ao exterior na época, disse que tinha amado. Como eu tinha muitas afinidades com ela, estava curiosa para experimentar, pois eu não conhecia. Que decepção! Achei péssimo, remeteu a memórias confusas do passado, um cheiro de morango passado com um xarope de champagne em garrafa de plástico. Eu sou do tipo que prefere ficar sem perfume do que comprar uma coisa que não agrade, só por causa de uma marca.

Infelizmente tais coisas acontecem, mas se alguém produz aquele perfume, é porque alguém o compra e se sente feliz com ele. Quem sabe o meu amado também é o "gambazinho" de alguém?

Apr
03
2016
leooaandrade
leooaandrade

Pior fedor que já senti foi o Raghba - cheiro de partes íntimas mal lavadas/suja.

Queria morrer.

Apr
01
2016
giordano.brun
giordano.brun

O que mais me chocou e foi além do bleh, é o Ted Lapidus (ou Lápide, para os íntimos). Simplesmente odiável! Perfume oficial dos zumbis de The Walking Dead. Meus olhos até lacrimejaram na hora que senti aquele fudum fétido...critico ele abertamente, hoje e sempre, amém!

Apr
01
2016
Vivian Diniz
Vivian Diniz

Angel, quase vomitei com aquele cheiro me fez muito mal

Mar
20
2016
helaine dior
helaine dior

Quando eu completei 14 anos, um pouco antes do Natal, arrumei meu primeiro emprego, e como ja nasci com paixão por perfumes importados, assim que recebi meu primeiro salário, corri pra uma perfumaria xinfrim que tinha próximo a minha casa na intenção venal de adquirir meu primeiro simbolo de glamour.
Eu ganhava pouco e aprendi nesse dia que perfume importado é caro, mas teve um lá que estava acessível ao primeiro salário de alguém. Uma embalagem meio estranha, mas foi o único que pude adquirir naquela ocasião
.Nem provei, pois estava debutando na compra e uso da perfumaria de luxo. Minha linda e encantadora mae e todas as minhas tias e demais mulheres que eu conhecia só usavam charisma da Avon, e eu sofri com aquele cheirão de talco que voava , e jurava que compraria perfumes de verdade assim que pudesse.
Ah, quase esqueci de mencionar, tinha minha magnifica irmã, sete anos mais velha, que só usava Almiscar e patchuli, e eu amava esses cheiros nela, mas só combinava com ela mesmo, tentei passar um dia, virei um Alien, então entendi que cheiro é subjetivo demais.
Voltando ao meu blérgh, eu cheguei em casa numa euforia indescritível, se tivesse asas teria voado pra chegar mais rápido e me fechar no quarto e abrir aquele frasco cintilante que consumiu todo meu adiantamento de salário.
Entrei correndo, me fechei no quarto , sentei me na cama e o abri. Um cheiro de macumba foi crescendo na medida em que eu o borrifava, logo comigo, que tinha o afã juvenil de cheirar como uma artista da novela das oito, se bem que tv ainda não tem cheiro, e eu apenas imaginava o cheiro que poderiam exalar as artistas da novela das oito, que hoje acho que é das nove, sei la porque nao assisto tem um século.
O cheiro foi me deprimindo, juro que chorei de arrependimento de ter trabalhado durante os primeiros quinze dias da minha vida apenas pra comprar aquilo.
Foram as únicas borrifadas que dei no funesto Laguna. Encerrei-o dentro de sua caixa, e aquela carranca verde nunca mais saiu de lá, não tive coragem de dar ele pra ninguem, sabendo que ninguem merecia um fedorão tão deprimente como aquele travestido e perfume. Odiei com força e me senti lesada e burra. Levou anos pra mim jogar a caixa no lixo, minha irmã via aquilo e perguntava porque eu não usava, ja que tinha comprado, e eu a advertia que aquilo fazia mal pros bofes da gente, que era perfume de bruxa, da cuca do sitio do pica pau amarelo. Ela, bicho grilo, respeitava priofundamente e sequer um dia da nossa vida abriu aquilo, confiando no meu sensor de blérgh.
Agora eu tenho esse perfume como sinalizador de coisa ruim, quando eu estou num momento tristão, sabe aquela vibe ruim que a gente as vezes entra ? pois bem, em dias assim, eu que amo fazer trocas vejo gente linda e bem intencionada tentar me mandar m frascão da carranca verde como troca por algum Dior por exemplo, e isso imediatamente me mostra que preciso mudar a vibração, e corro fazer isso.
Um dia , eu encontrei um frasco de um perfume descontinuado da Avon, o far away exotic, e humildemente passei no pulso pra conhecer a fragrancia, visto que amo os outros far away, e o que aconteceu?????
BLéRGH absoluto !!!!!!!!! era a maldita carranca verde disfarçada !!!!!!! Socorro peloamor, tomei banho com bombril pra arrancar o nauseabundo futum que belicosamante penetrou na minha pobre pele desavisada!!!!!! nunca mais,!!!!!!!!perdi a confiança ate na vida depois daquilo, a onda de fedorão ficou me acompanhnado, porque aquela coisa gruda na medula da gente.A revanche do Lagunão maldito.Dois a zero pra essa desgracinha.
Troféu mais do que blérgh pro Laguna, deve ser laguna onde mora o Cerbérus, o bicho de estimação do tinhoso.

Mar
15
2016
juninho96jsa
juninho96jsa

O meu bléeee vai para o clássico e maduro Lapidus Pour Homme, tomei enjôo após ver o namorado de uma prima minha usando 6 borrifadas dele durante o meio dia aqui no sertão do RN.

Mar
13
2016
Bira
Bira

Assim como a Angelicaalbuquerque, outro bleeee meu (pode mais de um?), vai para o Calvin Klein Escape feminino...Uma xaropada doida e maldita de muita fruta com muita flor e agua do mar, tudo plastificado e vinilico....O troço não te larga e te dá dor de cabeça com nauseas pro resto do dia....Eita!

Mar
11
2016
sandy123
sandy123

o meu mais bleeeeé vai para angel...sou super alérgica aquilo, uma vez tive a estupida ideia de cheirar e por um pouco do perfume angel da minha prima e conclusão. fiz alergia, dor de cabeça q depois passou mas uma rinite alérgica horrível, fiquei com nariz entupido, quando desemtupiu depois de vaporizadores pra nariz era só ranhooo ...bhacccccccc nem sei como gostam daquilo q cheira mto mal meio a inseticida com chocalate e caramelo no fundo!!

Mar
10
2016
nicochelli
nicochelli

Meu bléééé vai para o outrora amado La Vie Est Belle de Lâncome. Por causa de uma colega de trabalho que o usa de manhã num calor de 30 graus da Baixada Santista (TODOS OS DIAS!!!!!!) eu peguei aversão. Até embrulha o estômago.... Ui!

Mar
06
2016
Joanna
Joanna

Meu Blééééé não é para um perfume, mas para um desodorante masculino Très Marchand....aquele da embalagem verde de plástico....muito terrível...cheiro de álcool com perfume vagabundo....blééééé....

Mar
05
2016
Renata Demartini
Renata Demartini

O perfume ao qual ele se refere é o Cabochard Gres feminino versão edp.

Mar
05
2016
micheli31
micheli31

kakka o meu bleeeééé´vai para SR N da natura!como alguem pode gostar daquilo ????? haushuah
gosto nao se discute ne gente?

Mar
04
2016
angelicaalbuquerquesantos
angelicaalbuquerquesantos

Meu bléee vai para o Escape Kalvin Klein feminino , rs rs .Tenho horror a ele.

Mar
03
2016
JanJR
JanJR

bléeeeeezão pro Euphoria calvin klein feminino!!! Não suporto, passo longe... odeio!

Mar
03
2016
Denise Ferreira
Denise Ferreira

Meu bleeee é o Fantasy e todos os seus flankers da Britney Spears...simplesmente intragável!Infantil!

Mar
02
2016
Bira
Bira

Me maior Bleee até agora se chama Magie Noire, da Lancôme.
Namorei o danado só na leitura por meses até encontrar um esquecido à procura de uma vítima numa vitrine de uma loja de departamentos em Santiago, no Chile....como ocorre nos encontros desastrosos, após 10 minutos de borrifada, foi um "Até logo para Nunca mais".....Impossível.

Mar
01
2016
Jernê Knowles
Jernê Knowles

adao.machado, entra em contato diretamente com o Marlen, ele pode lhe enviar até mesmo uma amostra!

Feb
29
2016
adao.machado
adao.machado

Alguém sabe como conseguir esse Garage? Fiquei muito curioso!

Feb
29
2016
FiFi
FiFi

Cabochard?

Feb
29
2016
Aninha
Aninha

kkkk Leandro Jr, mas que associação mais criativa e fértil a sua... Ri alto agora.

Não me lembro de nenhum perfume Blémm.Sou tão fácil de ser agradada rsrs.

Feb
29
2016
priviscardi
priviscardi

Lavanda Sensual da Natura é um BLÉÉÉ na minha vida! Ganhei de presente e o-d-i-e-i, cheiro de banheiro que acabou de ser borrifado com spray aromatizador da Glade! Iééca, lavanda definitivamente é o TERROR da minha vida, pois todos que possuem lavanda como meio ou fundo me remetem a essa situação.
Troféu Blééé pra ele

Feb
29
2016
silviasi
silviasi

O maior BLÉÉÉ da minha vida foi o Ginvenchy III Parfum que minha mãe tinha nos anos 80. Eita coisa acre, pungente, intragável, cheia de aldeídos! O frasquinho, pequeno, cerca de uns 6 ou 7 ml, vinha grudado em um "pedestal" preto e tinha uma tampa de acrílico fumê transparente. Fechado, parecia uma caixinha alta de acrílico. Nota 10 para a embalagem e zero para o perfume.

Feb
29
2016
Jernê Knowles
Jernê Knowles

Não izabellima, tem que entrar em contato diretamente com ele para saber, se não me engano, dependendo da situação, ele até envia uma amostrinha para os hiper curiosos. Marlen tem toda uma história de longos anos nesse mundo da perfumaria, por isso não arrisca publicar abertamente.

Feb
28
2016
izabellima
izabellima

Ele nao disse qual era o perfume...?

Feb
28
2016
Tatiana Gomes
Tatiana Gomes

Deus me livre, o pior pra mim é o Paloma Picasso e o Paris, ambos famosíssimos nos anos 80, todas as minhas tias usavam, mas eu não aguentava e até hj tenho pavor deles.Blééééé

Feb
27
2016
litaford
litaford

Adorei a descrição do drama!

Feb
27
2016
Leandro Jr.
Leandro Jr.

Concordo com a resenha abaixo. Gabriela Sabatini realmente é desagradável. Minha mãe, durante uma época, inventou de fazer sabonete artesanal. A essência de um deles era Gabriela Sabatini e, nossa, não conseguia imaginar um cheiro daqueles num perfume, achava que era um cheiro para, no máximo, um sabonete. Sabe essas tiazonas do lar, solteironas ou não, que só se preocupam com o pagamento do INPS e do INSS, com aquele filho que tem um carro tunado e pega geral, com aquela sobrinha piriguete ortodoxa, assiste novela mexicana, reza o terço por televisão e ainda reclama do preço do tomate? É bem por aí, tudo isso me faz remeter ao G. S. Troféu Blé para ele.

Feb
27
2016
Haziel
Haziel

Quando era um garoto tinha (tenho) uma tia que adorava! ela era jovem, linda, alegre ... mas usava um perfume que era medonho pro meu nariz! Na minha cabeça se "vovó Mafalda" (que eu tinha muito medo diga-se de passagem!) tivesse um cheiro seria aquele perfume da minha tia.

Ficava pensando que tia Isa(dora) tinha aquele cheiro prq era do "outro lado" da familia. Era uma tia paterna. Pois todas minhas tias irmãs de minha mãe tinham todas cheiros de .. mães! rs

Sempre que ela vinha nos visitar era uma sucessão de beijos, abraços e apertões que eram pra mim uma sessão de tortura haha.

Depois de um tempo esse cheiro reaparece, e dessa vez em uma professora do primário. Dona Carmem ("professora Carminha") usava o mesmo (fedor) cheiro que minha tia. Bom simplesmente nao dava pra pedir pra minha mae pra trocar de sala e nem pular da terceira pra quarta série! afinal tinha os meus amigos !!
o jeito foi sentar nas carteiras do final da sala - D. Carmem era gorda e dificilmente ia ate lá! rs

Sobrevivi ao cheiro e a terceira série! e muito tempo depois descobri qual era o tal perfume, até prq tia Isadora ainda o usa de vez em quando o seu: "GABRIELA SABATINI" .
hahaha

segundo ela foi presente (um dos primeiros) que meu tio (na epoca seu namorado) havia dado pra ela. ... já o da D. Carminha nao sei quem deu ¬¬

Feb
27
2016
Jernê Knowles
Jernê Knowles

Dei altas risadas viajando na história de "terror" de Marlen aqui, e isso é super comum nesse mundão aí de perfumaria! Tô me coçando todo aqui de curiosidade para saber que tenebroso BLÉÉÉ é este; cada linha que avançava ia me tremendo! Ahahahaha...

Tal qual Marlen tenho um BLÉÉÉ bem filho da put* na minha vida, mas não me sinto nada à vontade em revelá-lo por aqui, pelo menos por hora, haja vista, até pra eu "meter o pau" em determinada fragrância, gosto de estudar minuciosamente as palavras colocadas a fim de não ferir o Outro que por ela suspira profundamente!

Lindo Artigo, devaneio puro!

Feb
27
2016
Lu_Silva
Lu_Silva

Womanity foi maior Bléé da minha vida, somente sereias devem usar aquilo ali. rsrs

Feb
27
2016
yurilovamar
yurilovamar

Joop splash é um BLÉÉÉ. Detesto

Feb
27
2016

Adicione sua resenha

Torne-se um membro desta comunidade perfume online e você poderá adicionar seus próprios comentários.

Advertisement

Advertisement

Novos perfumes

AbundanceChristy Organics
Abundance

UrbaneChristy Organics
Urbane

SatisfactionChristy Organics
Satisfaction

AmberChristy Organics
Amber

TranceChristy Organics
Trance

IX Ambre OttomanRPL
IX Ambre Ottoman

ExoticaMaison Du Sage
Exotica

Noir WoodMaison Du Sage
Noir Wood

Prima VeraMaison Du Sage
Prima Vera

Velvet AngelMaison Du Sage
Velvet Angel

DesireMaison Du Sage
Desire

Aqua NeroMaison Du Sage
Aqua Nero

Green MuskMaison Du Sage
Green Musk

Rose BrillantMaison Du Sage
Rose Brillant

AmberloveMaison Du Sage
Amberlove

Blue MoonMaison Du Sage
Blue Moon

Rose MillesimeeJovoy Paris
Rose Millesimee

VelorumTiziana Terenzi
Velorum

VetyverBahoma London
Vetyver

Imperial OudBahoma London
Imperial Oud

ErebusBahoma London
Erebus

ChurchillBahoma London
Churchill

K2Bahoma London
K2

No. 5 Tropical JungleThe Trend by House of Sillage
No. 5 Tropical Jungle

No. 4 United We StandThe Trend by House of Sillage
No. 4 United We Stand

No. 3 Beauty & GraceThe Trend by House of Sillage
No. 3 Beauty & Grace

No. 2 Hot in CamoThe Trend by House of Sillage
No. 2 Hot in Camo

No. 1 Polka Dot DanceThe Trend by House of Sillage
No. 1 Polka Dot Dance

Black OrrisBahoma London
Black Orris

Bois de RoseBahoma London
Bois de Rose

Marcas populares e perfumes: