Designers » N-Q » Floral Aldeídico « Grupos

Calandre Paco Rabanne Feminino

Calandre Paco Rabanne Feminino
tenho
tive
quero
Ama
Gosta
Não gosta
Inverno
Primavera
Verão
Outono
Dia
Noite
Total de pessoas votaram: 54
Feminino 25- 25+
Masculino 25- 25+

tenho: 32 tive: 33 quero: 16 Meu perfume pessoal: 2

Principais acordes
amadeirado
aldeídico
verde
floral
rosa
Imagens
Calandre Paco Rabanne Feminino Imagens Calandre Paco Rabanne Feminino Imagens

Calandre de Paco Rabanne é um perfume Floral Aldeídico Feminino. Calandre foi lançado em 1969. O perfumista que assina esta fragrância é Michel Hy As notas de topo são Aldeídos, Notas verdes e Bergamota as notas de coração são Raíz de Orris ou lírio Florentino, Jasmim, Lírio-do-vale, Rosa, Gerânio e Jacinto as notas de fundo são Sândalo, Âmbar, Almíscar, Musgo de Carvalho e Vetiver

Perfume rating: 3.90 out of 5 with 54 votes.

Pirâmide olfativa

Topo Notas
Aldeídos Notas verdes Bergamota

Meio Notas
Raíz de Orris ou lírio Florentino Jasmim Lírio-do-vale Rosa Gerânio Jacinto

Base Notas
Sândalo Âmbar Almíscar Musgo de Carvalho Vetiver

Notas principais de acordo com o seu voto

Loading...

Longevidade

mova o cursor para votar

Votos dos usuários
Fraca 0
 
Fraca 0
 
Moderada 4
 
Longa duração 5
 
Duração muito prolongada 7
 

Projeção

mova o cursor para votar

Votos dos usuários
Suave 0
 
Moderada 4
 
Marcante 8
 
Poderosa 4
 

Mais informação sobre a fragrância em inglês / More in English language about Calandre by Paco Rabanne.

Este perfume me lembra do  

Advertisement

Calandre Resenhas de fragrâncias

Renato Carvalho
Renato Carvalho

Assim como o Chanel n 19, é uma cópia do perfume Impire da Rance que foi criado no ano de 1795.

Jul
19
2016
socorrosouza
socorrosouza

Esse me leva a infância. Calandre tem muita fixação e silagem, pois foi feito em um tempo em que a eau de cologne sem spray era a maneira em que era mais vendido.Um perfume delicioso, que agora pode ser perfeitamente compartilhável (no lançamento era estritamente feminino), e talvez tenha até uma tendência masculina.No topo sinto muito as notas verdes e a bergamota, que protagonizam uma boa parte da vida do perfume.Gradualmente, o vetiver , o musgo e, bem menos, o almíscar e o âmbar vão se juntando e o vetiver se torna protagonista, mas sem prescindir dos seus coadjuvantes, fazendo um aroma muito bem balanceado e delicioso.Não sinto as flores, que estão provavelmente para amansar o vetiver e a bergamota/verde.

Mar
23
2016
sfpepper
sfpepper

Consegui em uma troca com a Lyn.
Foi no escuro, não consegui provar antes. Mas foi uma bela surpresa. Não entendo de notas, senti algo um pouco metálico no início, mas logo some e fica um talco denso. É super seco. Mas eu me apaixonei. É classudo, chique, misterioso. Dura muito e tem uma otima projeção.
Muito grata, Lyn, por me apresentar a esse lindo.

Mar
22
2016
Ana Paula Meloni
Ana Paula Meloni

Meu primeiro perfume importado. Ganhei! E na época gostei. Depois ganhei mais 1 vidro e comecei a enjoar dele. Não gosto dele...pela lembrança que tenho é um cheiro de metal, sei lá...

Feb
21
2016
Jernê Knowles
Jernê Knowles

Curiosidade: Conta-se que a garrafa de Calandre foi inspirada nas torres da Sede do F.B.I. e sua capacidade eminente de ao mesmo tempo que é simples, também consegue ser portentosa e admirável. Contudo, o que de fato sabemos, segundo o repórter da coluna perfumística da Vogue da Rússia que escreve sobre perfumaria a mais de 10 anos, Serguey Borisov, a garrafa de Calandre foi pensada pelo próprio Paco Rabanne, para um momento de sexo intenso envolvendo um carro, isso foi o próprio Rabanne que contou ao repórter, e disse que pensou num Rolls-Royce pelo fato de ser maior e assim haver uma performance mais acertada da coisa, mas não é em qualquer lugar do carro, é especificamente em cima do radiador, que lembra a garrafa de Calandre, na cobertura do motor que segundo o estilista, é mais confortável que a própria cabine do veículo para tal fim.

Perfumão na linha “old school” de primeiríssima qualidade. Incontestável a performance que Calandre de Paco Rabanne traz em sua proposta olfativa, e como ele consegue perdurar até os dias de hoje com seu púbico mais que seletivo e fiel à forma aromática como evolui quando em contato com a pele, e não com fita de papel ou outro material semelhante. Da Companhia do luxuosíssimo Marc Puig, CEO da Puig Company fundada em 1914, Calandre ostenta o lugar de testa de ferro dentro da Companhia, como sendo uma consagração e um remanescente que desde a década de seu lançamento, década de 60’s, permanece no mercado perfumístico de todo o mundo sem riscos de descontinuação e com vendagem significativa. Ele abre com uma tacada firme combinada entre Aldeídos, notas cítricas esverdeadas e o Gerânio, remetendo a um cheiro metalizado, de Ferro (Fe) em sua forma mais bruta possível mesmo, quem não tiver paciência para atravessar sua saída excêntrica desiste facilmente da beleza em que Calandre vai se transformando. Se sua saída é difícil, seu coração é complicado, por conta do Jasmim com seu aspecto Indol que suja esta fase floral, onde as notas de Rosas são secas, meio apagadas e manchadas pela indelicadeza da flor branca do Jasmim, mas tudo muito tolerável e dentro da realidade de quem curte esse tipo de fragrância floral. Na minha concepção o seu melhor vem após o dry down, isso mesmo, lá na sua base onde as raízes de Vetiver tornam-no um perfume clássico a enésima potência, com nuances aromáticas secas, amalgamadas à sensualidade de um Almíscar safado e um Sândalo que nos fisga sem chances de não se apaixonar pela fragrância, é uma despedida mais rústica, contudo, não deixa de ser delicada e apreciavelmente fina em todos os sentidos. Deve-se ter cuidado ao se borrifar Calandre, sua aplicação é um caminho sem volta e dependendo da quantidade de borrifadas, você terá um vilão ao invés de um bom moço camarada.

Jun
30
2015
Leandro Jr.
Leandro Jr.

Adoro essa fragrância! Realmente o aldeído toma conta dele, quase não deixando seu lado floral se expressar. Depois do aldeído, vem rosas, queridas rosas, elas realmente dão seu "show de acrobacias" nesse perfume. Consigo sentir também a presença do lírio e do gerânio, ambos alegres. Para finalizar, o musgo de carvalho e o âmbar, que aparecem bem cativantes. Sua evolução é atemporal e clássica da história da perfumaria. Seu cheiro lembra algo metálico, algo "modernex", até porque deve ser coisa da época em que foi criado, ano em que o homem pisou na lua, época de ousadias e inovação, acredito eu, mesmo porque eu não era nascido naquela época, então não sou suspeito para falar. Realmente, se tivesse que ter um tema musical para esse perfume, tinha que ser um de música clássica, ainda mais com a voz de uma cantora lírica. Minha história com ele é: primeiro uma prima minha ganhou a miniatura dele e eu vi quando ela ganhou, experimentou e depois alegou, só para mim, não ter gostado muito, por parecer um perfume indicado para pessoas mais velhas, tipo de meia idade. Mas eu me encantei com ele na hora, indo, dias depois, comprar um. É ultra feminino e bem poderoso!

Mar
18
2015
Alessandra Vila
Alessandra Vila

Eu tinha uns 14 anos quando conheci este perfume. Sempre ia passar os finais de semana na casa da minha prima, e, em um destes, a minha tia estava viajando e ficamos sozinhas na casa. Estávamos nos arrumando para ir a uma festinha, daquelas antigas, que rolava na época, chamadas de "brincadeira" hahaha, que saudade. Enfim, roubei o perfume da minha tia e tomei banho com ele... me perdoem, eu era adolescente e gostei demais do perfume. Eu, que até aquele dia, só tinha usado lavanda Johnsons e o Taty, do Boticário. Não tinha experiência nenhuma em perfumes mais fortes. Fiquei cheirando muito alto a festa inteira, mais que a música, acho. Claro que afastei os garotos, mas, na minha mente, eu tinha adorado Calandre. O tempo passou e eu acabei esquecendo do nome daquele perfume, que exalava notas verdes um tanto adocicadas e almiscaradas, cuja fixação era incrível em mim... apenas ficou o cheiro, que jamais esqueci.
Até que, recentemente, acabei comprando um frasco, por curiosidade... e, porque me recordei que a minha tia, ao chegar em casa, nos disse: "Vocês acabaram com o meu Paco Rabanne!!!"
Comprei no escuro e não me arrependi! Era o cheiro que eu tinha na memória!!! acordes verdes, adocicados, aldeídos e almíscar, tal qual quando tinha 14 anos.

Sep
06
2014
Erica Tati
Erica Tati

Comprei esse perfume no escuro, tive que experimentar umas 6 vezes pra ter uma opinião sobre ele, a nota de saída dele é horrorosa, um adeído fedido mesmo, meu marido sentiu e disse:
-Nossa esse perfume lembra muito a minha avó. Morri né, detalhe que a avó dele usava Charisma, kkkkkkk. Passado esse tormento senti um atalcado seco, que por incrível que pareça senti um cheiro de oficina mecânica, muito rápido mas senti, pra depois se tranformar em um maravilhoso perfume, a silagem é incrível a fixação mais de 12hs tranquilo, fiquei muito surpresa com a tranformação dele, quando uso ele, passo sempre meia hora antes de sair, senão espanta até mosquito, rsrs.

Sep
05
2014
Magaly Rodriguez
Magaly Rodriguez

O primeiro perfume importado que comprei assim que comecei a trabalhar. Usei muito, amava! Preciso experimentá-lo novamente para saber como me sinto hoje com ele. Em minha pele ficava um floral verde fresco e delicioso (logicamente, assim que o aldeído se acalmava um pouco), com excelentes projeção e fixação. Tá batendo uma nostalgia, acho que irei comprá-lo novamente em breve. Lembro de me sentir limpa, fresca, leve, alto astral com este aroma.

Sep
03
2014
Fatima Maria
Fatima Maria

Clássico! Uso desde a adolescência. Amo!

Você sabia: os aldeídos não são sintéticos, eles são naturais, só que você não consegue extraí-los de forma natural, pois evaporam rapidamente, se transformam antes que seja possível essa extração. Por isso são considerados sintéticos, pois a extração deles só é possível em laboratório, quando você para a reação química que os transforma. E é por isso também que são notas tão frágeis, voláteis e intensas, que dão uma aura tão viva e tão fugaz nos primeiros momentos de um perfume. Ele possuem nuances frutais e florais pois estão presentes nas frutas e nas flores, mas nem todos tem essas nuances. É bem interessante quando você encontra um perfume sem flores mas com aldeídos, pois eles assumem uma aura floral fantasmagórica, abstrata, de uma flor que você não consegue exatamente identificar. Depois que se aprende a entendê-los e desmistifica-se sua imagem de talco e perfume senhoril se mostram bem interessantes ao olfato.

Trilha sonora: Jessye Norman: Mozart - Le Nozze di Figaro, 'Porgi, amor, qualche ristoro'

Aug
23
2014
gabisenzafine
gabisenzafine

Calandre é um clássico da perfumaria, sem dúvida o melhor perfume floral aldeído, o original.
Te remete ao passado, as lembranças boas, de pessoa chique.
Passado o efeito do aldeído, fica aquele fundo floral fresco e inesquecível.
Uma pena esse perfume não ser lembrado pelas gerações atuais que se renderam aos sintéticos 212's da vida.

Jul
18
2014
Cética
Cética

Perfume surpreendente. A vendedora de uma loja me mostrou na fitinha de papel. Adorei a saída, mas a evolução no papel não funciona porque ele tem que ser aquecido. Mas esse cheiro não me saiu da cabeça.
Na pele, ele fica um pouco agressivo, exceto nos pontos bem quentes (dobra do braço, principalmente). Mas sempre exala aldeído (que ingrediente fascinante, filho das convulsões políticas do início do século XX) e rosa, de forma elegante, deliciosa. O âmbar traz calor a essas notas. Para ser sentido a uma certa distância. Para quem o usa, é um deleite.
Frasco mais refinado impossível. Lindo.
Projeção discreta, boa duração. Fino.
Zero de doce, como eu prefiro. Nada de ingenuidade e, como diz a Lyn, romantismo aqui. Ele não é gritante, mas passa sua mensagem de forma inequívoca.
Esse sim é hipnótico!

Jun
02
2014
Lyn
Lyn

Que perfume! Ainda mais pra época de seu lançamento, de todos os perfumes que cheirei até hoje .Esse eu posso dizer que é totalmente atemporal.
A principio você o sente bem sintético, el é um aldeído puro como disseram, mas na medida e como minha pele é quente cai perfeitamente, abre com o Gerânio atalcado juntamente com o musgo, flores e bem de leve o âmbar. Finaliza muito gostoso, um cheiro seco, nada doce, nada verde, mas muito feminino. Transparece auto-confiança, expressividade e um certo requinte. E mesmo com toda a sua secura (bem diferente do que normalmente uso) assim aprendi a amar essa jóia rara. Calandre é um forte concorrente a ser o "poderoso" aquele perfume pra chamar de meu pra sempre, que ardentemente almejo encontrar. Misterioso e erótico sim, romântico não. Seu frasco foi inspirado numa grade de radiador do Rolls Royce (daí o nome Calandre), outros dizem que foi inspirado no edifício das Nações Unidas. Eu ouso em dizer que esse é um perfume para se sentir malvada ( a 4 paredes ela mostra que só tem cara de santa ) feito para uma mulher 2.8 e não para uma mocinha.

Apr
16
2014
migueldematos
migueldematos

Confirma-se: este é o mais forte aldeído que conheço e também o mais puro. O aldeído grita tão alto que abafa todas as outras notas. Na secagem torna-se bem atalcado e permite sentir um pouco o lírio. Mas é preciso coragem e resistência pois o cheiro de Calandre é bem agressivo nas notas de topo.

Aug
13
2013
Naty_sinfoniaagridoce
Naty_sinfoniaagridoce

Acho que o problema é comigo, tenho que aceitar definitivamente que NÃO gosto de aldeídos e sempre que eles estiverem presentes vou sentir cheiro de remédio...mas pra quem gosta é um prato cheio!

Jun
13
2013
Ludimila Rímolli
Ludimila Rímolli

Aldeído puro! Clássico!

Feb
01
2013

Adicione sua resenha

Torne-se um membro desta comunidade perfume online e você poderá adicionar seus próprios comentários.

Esta página contém informações, resenhas, notas olfativas de perfumes, imagens, notícias, posters vintage e vídeos sobre Paco Rabanne Calandre fragrance mas nós não garantimos a exatidão das informações publicadas aqui. Se você possuir mais informação sobre Paco Rabanne Calandre, você poderá adicionar uma resenha pessoal do perfume. Fragrantica tem seu próprio sistema de classificação e você poderá classificar Calandre de Paco Rabanne. Clique na opção apropriada nas opções de classificação abaixo da imagem do perfume. Você também encontrará links para sites de terceiros e lojas, mas Fragrantica não tem acesso ou controle sobre estes sites. Nós não damos qualquer garantia ou aceitamos a responsabilidade pelo o conteúdo que você encontrará quando visitar estes links. Também não aceitamos nenhuma consequências futuras, incluindo e não limitando, por exemplo, às perdas monetárias decorrentes de compras feitas. As resenhas de membros de Calandre de Paco Rabanne representam as opiniões pessoais somente de seus autores, e não expressam ou refletem a opinião do site Fragrantica.

Advertisement

Quem gosta deste, também gosta de
Chanel Chanel No 5 Eau de Toilette Givenchy Amarige Christian Dior Poison Guerlain Shalimar Dolce&Gabbana D&G Yves Saint Laurent Rive Gauche Kenzo Kenzo Jungle L'Elephant Gres Cabotine Hermes Caleche Christian Dior Dolce Vita Guerlain Samsara Eau de Parfum Chanel Chanel N°19 Lancome Tresor Givenchy Organza Cartier La Panthere Gres Cabochard Clinique Aromatics Elixir Hermes 24 Faubourg Guerlain Guerlain Shalimar Parfum Initial L'Eau Yves Saint Laurent Paris

Advertisement

Marcas populares e perfumes: