Designers » I-K » Floral « Grupos

Ombre Rose L'Original Jean Charles Brosseau Feminino

Ombre Rose L'Original Jean Charles Brosseau Feminino
tenho
tive
quero
Ama
Gosta
Não gosta
Inverno
Primavera
Verão
Outono
Dia
Noite
Total de pessoas votaram: 14
Feminino 25- 25+
Masculino 25- 25+

tenho: 12 tive: 2 quero: 15

Principais acordes
amadeirado
atalcado
floral
rosa
balsamic
doce
Imagens
Ombre Rose L'Original Jean Charles Brosseau Feminino Imagens Ombre Rose L'Original Jean Charles Brosseau Feminino Imagens Ombre Rose L'Original Jean Charles Brosseau Feminino Imagens

Ombre Rose L'Original de Jean Charles Brosseau é um perfume Floral Feminino. Ombre Rose L'Original foi lançado em 1981. O perfumista que assina esta fragrância é Francoise Caron As notas de topo são Aldeídos, Pêssego, Pau-brasil e Gerânio as notas de coração são Sândalo, Raíz de Orris ou lírio Florentino, Vetiver, Ylang Ylang, Lírio-do-vale, Cedro e Rosa as notas de fundo são Mel, Íris, Fava Tonka, Canela, Almíscar, Baunilha e Heliotrópio

Perfume rating: 4.54 out of 5 with 14 votes.

Pirâmide olfativa

Topo Notas
Aldeídos Pêssego Pau-brasil Gerânio

Meio Notas
Sândalo Raíz de Orris ou lírio Florentino Vetiver Ylang Ylang Lírio-do-vale Cedro Rosa

Base Notas
Mel Íris Fava Tonka Canela Almíscar Baunilha Heliotrópio

Notas principais de acordo com o seu voto

Loading...

Longevidade

mova o cursor para votar

Votos dos usuários
Fraca 0
 
Fraca 0
 
Moderada 0
 
Longa duração 0
 
Duração muito prolongada 3
 

Projeção

mova o cursor para votar

Votos dos usuários
Suave 1
 
Moderada 2
 
Marcante 3
 
Poderosa 0
 

Mais informação sobre a fragrância em inglês / More in English language about Ombre Rose L'Original by Jean Charles Brosseau.

Este perfume me lembra do  
Vivre
2 não sim

Advertisement

Ombre Rose L'Original Resenhas de fragrâncias

paula santos
paula santos

Finalmente o conheci! e entendi o que é um perfume vintage, o aldeído assusta na saída, apos meia hora fica extremamente delicado, um aroma de rosas atalcadas que me lembrou muito o cheiro do aroma de alma de flores com leite de rosas que não deixa de ser clássico , porém diferente do que esperava é um perfume bem discreto e feminino.

Sep
18
2016
gabriel.villa
gabriel.villa

Ombre Rose, mais um belo exemplar da perfumaria da década de 80! Sempre tive muita curiosidade nesse perfume e agora estou na fase de testes com ele, e já desejo um frasco do maior tamanho. Que perfume tão sublime, e como já disseram antes de mim, tão meigo e delicado.

Ele é um daqueles perfumes que inspiram cuidado, que despertam carinho. Me transporta diretamente ao quarto das minhas primas adolescentes no final dos anos 90; já me lembro daqueles quartos com grandes cortinas, poltronas com estampas bonitinhas, camas trabalhadas em muita almofada e babado, bonecas de porcelana sobre as cômodas, cartas de papel com desenhos de anjinhos guardadas nos armários... e se elas tivessem algum perfume guardado com cuidado em algum canto daquele santuário, eu não me espantaria que fosse o Ombre Rose.

Pois bem, assim que aplico essa 'Sombra Rosa', sinto uma nuvem de pétalas de rosas dançando em volta de mim, desde já de uma forma muito 'fluffly', cobertas de uma camada muito macia e espessa de pó, como aquela sensação que a gente tem ao imaginar um grande pom-pom de pó de arroz na nossa frente; também sinto um mel bem voluptuoso nessa abertura, que traz nuances de tabaco e ao desaparecer, dá lugar a um pêssego sutil e deixa brilhar aquele toque de colônia de bebê que estava ali, esperando seu momento. E assim o perfume evolui, com aquele cheiro sequinha de colônia infantil, com a delicadeza das rosas, e com a maciez do pó e do talquinho ficando ainda mais aveludada com a entrada da violeta nesse cenário. A partir daí o perfume muda pouco, continua de forma linear em toda a sua glória, nunca deixando de me inebriar e suavizando de forma imperceptível até o final.

Sim, o Ombre Rose permanece por muito tempo exalando e encantando, nunca me deixando esquecer que o estou usando; a projeção não é violenta mas está sempre ali, em forma de nuvem, me rodeando. A fixação é inacreditável, conseguiu chegar a marca das 20 horas e ainda ultrapassar.

No fim de tudo isto, concluo: que perfume! Tão nostálgico, tão anos 80 e ao mesmo tempo tão mais antiga, e ao mesmo tempo ainda tão atemporal e moderna! É puro cheiro de rosinhas com talquinho e amor, e carinho, e doçura; é cheiro pra quem quer se sentir amado, abraçado... e eu com certeza quero meu abraço de rosas, assim que puder já vou pedir o meu!

Sep
10
2016
Gfarias848
Gfarias848

Ombre Rose é o perfume mais meigo que senti em minha vida: é uma Rosa coberta por um fino pó de Íris e com um pêssego maduro. Me remete a um cheiro de cabelos de bonecas de porcelana ou de mocinhas vitorianas com seus vestidos de saia-balão e cinturinhas diminutas. É delicado, mas tem uma projeção e fixação absurdas. É ideal para climas mais amenos e frios, pois no calor ele desanda e se torna sufocante.

Jan
29
2016
cris nobre
cris nobre

E eis que parece que adentramos no quarto da moça que se delicia no espelho esperando seu amado! O perfume Ombre rose de JeanCharles Brosseau é o perfume na penteadeira. A moça coquette, com seus frous frous. Um cheiro de Boudoir. De Laquê, de água de rosas, de pó de arroz e porcelana. O pó de arroz com cheiro de aldeidos e rosas nos acaricia de forma almofadada o rosto como se voasse. E depois deitamos na cama melíflua da espera, cheia de mel e fava tonka. Assim é ombre rose: o quarto rococó dos sonhos da mulher amada.

Nov
30
2015
Naty_sinfoniaagridoce
Naty_sinfoniaagridoce

Rosas em pó, este perfume não remete a outra coisa se não à penteadeiras antigas. Não digo em tom pejorativo, pois adoro essas coisas. Ele tem cheiro de laquê, aqueles spray que as mulheres usam e antigamente usavam ainda mais para manter o penteado no lugar. Leia-se: cabelo duro pra xuxu. Rsrs Lembro de minha avó, pois usa até hoje.
Este perfume lembra tudo que é feminino e delicado, aqueles talcos em embalagens luxuosas, pó de arroz..
Acho que a raiz de orriz deixa um cheirinho de borracha que em certos momentos me lembrou Shalimar Initial L'eau.
Adorei este perfume, sempre quero tê-lo, mas me sinto tímida ao pensar em sair exalando por aí! Me sinto uma personagem de alguma estória com cenário situado há uns 200 anos atrás. É como se ele fosse uma fórmula que me fizesse viajar no tempo, fórmula esta que quero guardar só pra mim.
Atenção para a fixação, este senhor aqui grudou em mim por mais de 24 horas, resistindo a suor, banho etc. Fixação admirável!!!

Sep
28
2014
TatiORodrigues
TatiORodrigues

Fragrância delicadíssima, muito bem elaborada, com ar vintage, romântica, diáfana...
Rosas em pétalas caindo sobre vc e quando chegam na sua pele como que por mágica se transformam em pó. A Cris caracterizou bem.
Possui uma cara toilette mas tb passa a ideia de penteadeira de um quarto ensolarado com cortinas leitosas esvoaçantes. Vai de uma jovem adulta a uma senhora. A raiz de orris me fez lembrar um pouco, de longe do Ferré, a raiz se destacou bem na minha pele dando um ar mais imponente. A canela me lembrou a canela do Myriad Boticário, um mel levíssimo, heliotrópio, ylang, baunilha, sândalo...ele é tão bem feito que é difícil sentir as notas em separado.
Muito gostoso, confortável e comportado. Dificilmente incomodará alguém. Em mim ficou bem talco de aldeído com rosas delicadas em profusão com um leve amarguinho da raiz de orris. Para quem gosta desse tipo...vale experimentar.
Apesar dessa delicadeza achei um perfume de boa fixação e de projeção marcante.
Bom...não sei se devo dizer...não me matem, tá? Mas achei parecido com o talco Alma das flores (Eu gosto!), porém esse é muito mais harmonioso, sofisticado e complexo! rs

Sep
10
2014
cris nobre
cris nobre

Si, ele se tornou meu perfume a base de rosas favorito, lugar que antes pertencia ao bvlgari rose essentielle

Jun
26
2014
SI ACA
SI ACA

Nossa Cris sua resenha esta perfeita. Tenho a sensação que passei pó de rosas mesmo. Perfeito

Jun
26
2014
cris nobre
cris nobre

Belo perfume! Belo pó de rosas! Francamente comovente, Cheiro finissimo, com um quê vintage muito, muito lindo. O começo é quase um absoluto de iris combinados a pêssego, sentimos quase o pó evolar em nossos rostos, almofadado, limpo, aquela sensação deliciosa do musk branco e gerânio fazendo sua performance logo em seguida. Finissimo. A todo instante é como se nos perfumassemos com os sabonetes mais caros.O coração é ainda mais rico e cativante, com aldeidos aqui plácidos, se encadeando com rosas(muitas rosas), violeta, raiz de orris ajudando a empoar mais e pau brasil, para depois repousar numa cama absolutamente melíflua, com toques de Cumaru, canela, heliotrópio e baunilha. A despedida é de rosas doces, suavizadas pelo heliotrópio, com madeira muito sutil.Há algo de suavemente gourmand no seu final
Sua delicadeza é bastante persistente e insinuosa, pois consegue ter boa projeção e ficar por longas horas, longas mesmo, acima de 8h em minha pele, devido ao seu drydown bastante almiscarado, acredito.
Para um floral assabonetado é fantástico que isso aconteça.
adorei, com certeza ficará entre meus preferidos a base de rosa e íris.
É, de fato, uma verdadeira oba prima! feita para o êxtase

Apr
30
2014
Ju Toledo
Ju Toledo

É engraçado, mas tinha outra idéia sobre este perfume. Achava que era forte, pesadão, old fashioned... acho que foi pelo fato de ter sido lançado em 1981, época de perfumes pungentes e de muita personalidade. Mas o Ombre Rose foi na contramão... ele é suave, delicado, diurno, tranquilo... ele é bem inofensivo, bom para usar no dia a dia, para trabalhar sem ofender o nariz dos meus pacientes (estou usando direto para trabalhar).
Sinto rosas, uma abertura aldeídica discreta, ligeiramente cítrica, evolui ligeiramente atalcado (na minha pele), cremosinho, com aquele cheirinho de creme corporal de rosas, levemente abaunilhado.

Aug
21
2013

Adicione sua resenha

Torne-se um membro desta comunidade perfume online e você poderá adicionar seus próprios comentários.

Esta página contém informações, resenhas, notas olfativas de perfumes, imagens, notícias, posters vintage e vídeos sobre Jean Charles Brosseau Ombre Rose L'Original fragrance mas nós não garantimos a exatidão das informações publicadas aqui. Se você possuir mais informação sobre Jean Charles Brosseau Ombre Rose L'Original, você poderá adicionar uma resenha pessoal do perfume. Fragrantica tem seu próprio sistema de classificação e você poderá classificar Ombre Rose L'Original de Jean Charles Brosseau. Clique na opção apropriada nas opções de classificação abaixo da imagem do perfume. Você também encontrará links para sites de terceiros e lojas, mas Fragrantica não tem acesso ou controle sobre estes sites. Nós não damos qualquer garantia ou aceitamos a responsabilidade pelo o conteúdo que você encontrará quando visitar estes links. Também não aceitamos nenhuma consequências futuras, incluindo e não limitando, por exemplo, às perdas monetárias decorrentes de compras feitas. As resenhas de membros de Ombre Rose L'Original de Jean Charles Brosseau representam as opiniões pessoais somente de seus autores, e não expressam ou refletem a opinião do site Fragrantica.

Advertisement

Quem gosta deste, também gosta de
Cartier Baiser Vole Chloe Love Guerlain Shalimar Parfum Initial Mahogany Make Me Fever Gold Chanel Chanel N°5 Prada Infusion d'Iris Bvlgari Bvlgari Pour Femme Christian Dior Pure Poison Givenchy Ange ou Demon Guerlain Eau de Shalimar Robert Piguet Fracas Cacharel LouLou Caron Fleur de Rocaille (1993) Versace Crystal Noir Sisley Eau du Soir Joop! Joop! Le Bain Givenchy Dahlia Noir Kenzo Kenzo Jungle L'Elephant Moschino Couture! Les Nereides Oppoponax

Advertisement

Marcas populares e perfumes: