Coluna Viciado: Anjos Modernos

Viciado: Anjos Modernos

07/14/16 05:02:12 (2 comentários)

por: Dr. Marlen Elliot Harrison

There Must Be an Angel (Playing with My Heart) (1985)

Aprecie a grande Annie Lennox como trilha Sonora para a coluna desta semana!

Um dos maiores divisores de águas da perfumaria moderna foi sem dúvida o sundae em formato perfume de 1992, Angel de Quest/Clarins para Thierry Mugler. Ainda crescendo com flankers e variações demasiadas para acompanhar, o perfume carregado de cumarina, Angel, provou tão provocante quanto popular, com muitos homens optando pela versão original em vez do par masculino, A*Men.

Contudo, alguns de vocês comentaram que não estavam mais apaixonados pelo aroma revolucionário quando perceberam que as reformulações não fizeram justiça à composição original. Por exemplo, o membro do Fragrantica FruitDiet escreveu:

Angel me impressionou anos atrás e usei toneladas dele. Com cada refil subsequente, ele foi ficando mais fraco, suave e, francamente, desagradável. Meu primeiro frasco me rendia elogios constantes e levou anos para eu admitir que minha fragrância favorita não era mais a mesma. A reformulação de 2015 lançada com o novo frasco “3-D” foi demais para mim. Está mais cara do que nunca e é horrível. Tem a potência de um desodorante do Wal-Mart e evolui para um âmbar sintético barato e com cheiro de urina. Eu tentei disseminar essa informação, pois foi a reformulação mais devastadora nos meus anos como perfumólatra, mas ainda não é de amplo conhecimento. Com bloggers há tanto cinismo a respeito de Angel que ninguém dá a mesma atenção a qualquer que seja a reformulação de algum Guerlain discutida sem fim. Eu seriamente lamento meus anos embaraçosos usando Angel na sua última fase ruim. Deveria ter desistido dele mais cedo.

Fique desanimado e aborrecido… bravo e ainda curioso: Poderia meu Angel ser realmente tão ruim?

Parti então para a Macy’s para ver/cheirar se realmente meu Angel tinha realmente morrido.

E infelizmente…

Decepção.

Era verdade. Algo deu errado. Não era mais a bomba que eu lembrava; não mais o rico e multifacetado elixir.

Veja bem, eu tirei umas férias de Angel nos últimos anos, optando por explorar e apreciar os flankers em vez dos aromas originais.

"É uma multidão de anjos, e eles estão brincando com o meu coração...yeah"

Annie Lennox

Mas posso dizer que quando eu revisitei o Angel masculino (A*Men) no verão de 2015 com um frasco que comprei na internet, simplesmente não senti o mesmo amor; não vestiu a minha pele da forma como eu lembrava. Mas a memória pode ser falha e nossa química de pele pode mudar, então achei que o problema estava comigo em vez de uma mudança na composição (ingredientes).

Meu flanker favorito de Angel nos últimos anos foi Le Goût du Parfum/The Taste of Fragrance de 2011:

Le Goût retém o caráter do Angel original, mas acrescenta uma maravilhosa nota polvorosa de cacau que permanece durante toda a evolução. Cada vez que eu o uso, me lembro disto:

E para mim isso é bom! Eu o dei de presente para um amigo que se apaixonou por ele e desde então tenho pensado em comprar mais um frasco.

Também provei um frasco de verão, Angel Aqua Chic (2013) com suas notas de água de rosas, sorbet de maçã e flor de framboesa. É bom, mas não tem a mesma densidade e profundidade, e eu raramente vou atrás dele. Eu o chamo de “Angel Diet”.

Foi então com grande entusiasmo e um pouco de ansiedade e relutância que eu abordei a mais nova estrela de Angel: Muse

Obrigado, Clarins, por me enviar um frasco dele e de Pure Tonka para um test-drive. A única coisa que eu odeio a respeito de Muse é a sua ridícula campanha publicitária (#hatetolove), mas de qualquer forma eu raramente tenho carinho pelo marketing/publicidade de fragrâncias modernas. Eu teria ficado mais feliz se eles tivessem enfatizado o delicioso acorde cremoso de nozes com algo assim:

Ou, sejamos honestos, até mesmo assim:

Então, odiar amar. Será que Angel Muse vai fazer os que odeiam amarem? Eu realmente não acho Muse tão diferente assim do original como um todo. Se eu o tivesse cheirado às cegas, provavelmente teria dito “Tem o cheiro de Angel”. Ou talvez que cheirasse mais como o suave e macio Innocent com seu chocolate e amêndoas?

Segundo as informações divulgadas sobre as notas de Muse, a cesta frutada de frutas vermelhas (embora na minha pele fiquem imediatamente evidentes) deu lugar a um vetiver (uh-oh) com creme de avelãs. O patchouli ainda está listado, mas não é a nota de patchouli suada dos anos 90 que repele quem odeia (mas que eu amo completamente).

Primeiro, deixe-me dizer que eu realmente gosto do frasco – é fácil de segurar, embora seja uma dor de cabeça para guardá-lo numa prateleira ou gaveta lotada de perfumes.

Quando Muse foi lançado, eu o borrifei uma vez no dorso da minha mão e imediatamente recebi elogios de mulheres ao meu redor. Devo acrescentar que nenhuma delas era realmente fã do original e não sabia o que eu estava aplicando. Ok, então ele teve uma boa receptividade. E por que não? Muse é uma nuvem gourmand suave e macia com nuances frutadas. Eu na verdade não sinto as nuances de avelãs que muitos descrevem, mas não me importaria se alguma hora eu começasse a notá-las. A silagem é aparente e a longevidade também é excelente.

Vou admitir que amo Muse apesar da inclusão do malvado vetiver, meu rival na perfumaria. O perfumista, Quentin Bisch, o descreve como um vetiver gourmand e sensual, então eu não sinto as nuances tipicamente amargas e esfumaçadas.

Como um todo, Muse é o sonho de um amante de gourmands e uma adição bem-vinda à franquia Angel. Com o preço de US$90 por um frasco de 30ml não é certamente algo barato.

Estou ansioso por acabar com meu frasco de 30ml, especialmente nos meses mais frios. Será interessante (divertido?) ver o que vem pela frente. Haverá um par masculino de Muse? AquaMuse? Dark Muse?

E em termos de flankers masculinos, não diria que comecei como um fã. Sei que muitos de vocês são devotos de Pure Malt e Pure Havane, mas ambos tinham algo que me incomodava e não me deixava gostar deles. Pure Coffee, contudo, me fez parecer Homer Simpson:

Mmmmmmmmm, café. Mas alguém mais achou a longevidade problemática?

Recentemente, descobri Pure Wood (2014) e Pure Tonka (2015) e esses figuram como meu primeiro e segundo favoritos entre as versões de A*Men.

No momento em que cheirei Pure Wood na Nordstrom do Boca Town Centre, imediatamente gostei dele. “Por que eu não o provei antes?” pensei. Por algum motivo eu o deixei passar quando foi lançado. Sou um fã ENORME dos aromas amadeirados, especialmente sândalo e cedro sintéticos. Por exemplo, Diptyque's Tam Dao é provavelmente minha fragrância amadeirada favorita.

Tirei algumas amostras do tester da Nordstrom (OBRIGADO, Nordstrom, por permitir que seus clientes façam isso… agora, por favor, nos deem adesivos e canetas para que saibamos o que diabos estamos levando para casa), e depois usá-lo uma vez em casa, imediatamente comprei um frasco pela internet. Estou considerando comprar um frasco de back-up... ou cinco (como se eu não já não tivesse o suficiente para de fato conseguir usar o back-up de alguma coisa).

Pure Wood não é tão doce e sim mais cremoso que as outras versões de A*Men. Há uma nota “amadeirada” proeminente (embora indistinguível) desde a abertura. Não saberia que se tratava de carvalho e, francamente, não sei como o é o cheiro de madeira de carvalho. Mas uau, falemos de conforto engarrafado: Madeira? Sim. Baunilha? Sim. Café? Sim. Patchouli? Apenas o suficiente para manter interessante. É quase como se tivesse sido feito para mim. É a minha nova versão favorita dos Angels, para homens e para mulheres (como se tais distinções significassem alguma coisa para nós perfumólatras).

E com todos esses flankers, o que Clarins poderia fazer na próxima que seja tão interessante e atraente quanto? Digite Pure Tonka.

 

Você se lembra do começo dos anos 2000 quando o acorde patchouli-café/cacau/alcaçuz-lavanda era tudo de que se falava com a vinda do A*Men original? Pense em aromas como Rochas ManYohji HommeNew Haarlem, etc. Bem, Pure Tonka revisita esse gênero e eleva a doçura às alturas!

E uau, Pure Tonka é potente, xaroposo, e totalmente viciante. O mais interessante é que eu posso reconhecer muitas das notas à medida em que o perfume evolui. Eu absolutamente detecto a lavanda; posso sentir um café quente e torrado; pego até mesmo nuances de alcaçuz (que eu normalmente detesto tanto quanto vetiver mas não me incomoda). E Pure Tonka é imediatamente reconhecível como um flanker de A*Men. Na verdade, é mais como um A*Men Intense ou A*Men Eau de Parfum do que um flanker com um novo elemento.

Àqueles que dizem que esse perfume é leve e de pouca longevidade, tenho uma palavra para vocês: anosmia. Acho que talvez seja tão forte que seus narizes estejam se preservando e abafando Pure Tonka. Eu borrifo três vezes e 30 minutos depois recebo um comentário “Uau, isso é potente” de um membro da família... aquele que gosta de se banhar com o Obsession feminino, devo acrescentar.

Então, enquanto nos aproximamos do aniversário de 25 anos da icônica fragrância Angel, eu celebro os Angels modernos de hoje e aguardo ansiosamente por mais 25 anos de gourmands criativos. Obrigado, Mr. Mugler! Obrigado, Clarins! Obrigado, queridos perfumistas que mantém meu desejo por café, chocolate e baunilha constantemente preenchidos.

 

 

Dr. Marlen Elliot Harrison

Editor-Chefe e Colunista

Dr. Marlen Elliot Harrison é jornalista no segmento de fragrâncias, suas publicações têm aparecido na imprensa internacional e em publicações on-line, tais como Playboy, Men’s Journal, Men’s Health e no The New York Times. Marlen também trabalha como coordenador de escrita no Museu Nacional de História Natural e como professor/supervisor do corpo docente de Literatura para os programas de pós-graduação on-line da Southern New Hampshire University’s. Saiba um pouco mais sobre Marlen em www.marlenharrison.com.

Tradução: Daniel Barros

 

 





Advertisement

caioasfoura
caioasfoura

E obrigado Mr. Harrison por suas avaliações e experiências pessoais tratadas com leveza e humor, principalmente no que diz respeito a uma fragrância tão dúbia e multifacetada. Obrigado, também, Daniel Barros pelo empenho magnífico na tradução.

Jul
14
2016
lidialemes
lidialemes

Comprei um angel muse direto do site da mugler. De 50ml por U$ 70,00. Tá na média! rs. Vai chegar em agosto. Estou mega ansiosa porque o angel tradicional e o acqua chic infelizmente não me conquistaram. Mas não é por falta de vontade não. Já forcei nossa amizade várias vezes. Mas algo nele me incomoda profundamente. E pode parecer absurdo, mas não o sinto doce em momento algum. Apenas uma nota gritando o tempo todo. Não sei se é o patchouli. Enfim, espero encontrar no muse a doçura que não encontro no tradicional.

Jul
14
2016

Adicione sua resenha

Torne-se um membro desta comunidade perfume online e você poderá adicionar seus próprios comentários.

Advertisement

Advertisement

Novos perfumes

Jeu d'Amour FélinKenzo
Jeu d'Amour Félin

Secret Potion No. 2Bullfrog
Secret Potion No. 2

Secret Potion No. 1Bullfrog
Secret Potion No. 1

Peonia Nobile Edizione SpecialeAcqua di Parma
Peonia Nobile Edizione Speciale

Amber WoodElegantes
Amber Wood

Chesterfield ClubElegantes
Chesterfield Club

Royal VetiverElegantes
Royal Vetiver

Le Ballet BlancRepetto
Le Ballet Blanc

Flower by Kenzo Eau de LumièreKenzo
Flower by Kenzo Eau de Lumière

Burner Perfume No 7: Red DodecahedronAether Arts Perfume
Burner Perfume No 7: Red Dodecahedron

Crema di Lime e CognacKyse Perfumes
Crema di Lime e Cognac

JKyse Perfumes
J

Bois de Santal et TerreKyse Perfumes
Bois de Santal et Terre

Baldessarini Cool ForceBaldessarini
Baldessarini Cool Force

IrisoirSultan Pasha Attars
Irisoir

SapphireThameen
Sapphire

EmeraldThameen
Emerald

RubyThameen
Ruby

Mademoiselle RochasRochas
Mademoiselle Rochas

Regent LeatherThameen
Regent Leather

Green PearlThameen
Green Pearl

RivièreThameen
Rivière

La Petite Robe Noire Eau de Toilette My Cocktail Dress 2017Guerlain
La Petite Robe Noire Eau de Toilette My Cocktail Dress 2017

Anti AntiPMP Perfumes Mayr Plettenberg
Anti Anti

Silence The SeaStrangelove NYC
Silence The Sea

Mont-RoyalClaude Andre Hebert
Mont-Royal

MétropoleClaude Andre Hebert
Métropole

Ville-MarieClaude Andre Hebert
Ville-Marie

Notre-DameClaude Andre Hebert
Notre-Dame

A l`Ombre des ClochersClaude Andre Hebert
A l`Ombre des Clochers

Marcas populares e perfumes: