Avaliação de Fragrâncias O Novo Hyperbole da Courrèges: Uma Jóia Imperdível

O Novo Hyperbole da Courrèges: Uma Jóia Imperdível

10/05/16 12:24:03

por: Sophie Normand


Courrèges é uma casa que se destaca no mundo dos perfumes. Essencialmente uma casa de design de moda, é também na categoria do perfume que seu nome se destaca através da originalidade.
 

Parfums in the boutique on rue François 1er in Paris.                                        Perfumes Courrèges na boutique da rue François 1er em Paris. 


Esta casa com raízes nos anos 60 oferece uma série de belas reedições (Empreinte, l’Eau de Courrèges, Courrèges in Blue), mas também algumas criações modernas de grande qualidae. Seja Blanc, um neo-chypre com íris que evita os erros de muitos "patchoufruits", ou La Fille de l’Air, uma bela flor de laranjeira repousando numa cama de almíscar branco que deixa um rastro arejado, seus perfumes condizem com os tempos modernos sem perderem qualidade.
 

Empreinte de Courrèges (reissue)                                                                                  Empreinte de Courrèges (reissue)

Talvez a casa continue a destacar-se porque os diretores da Courrèges, uma bela adormecida relançada em 2011, decidiram abandonar os laços das licenças que eles tinham para criarem fragrâncias de forma independente.

Sua última edição, Hyperbole, não foge à regra. Ela busca inspiração no repertório da marca revisitando certos clássicos mas sendo moderna ao mesmo tempo. E sexy, o que é ainda melhor.
 

Flacons of Hyperbole                                                       Os frascos de Hyperbole
 

Hyperbole é um nome que honra uma linha de sportswear lançada pela Courrèges nos anos 70. Do ponto de vista olfativo, é um perfume arredondado de mel e tabaco, um acenar aos criadores de Tabac Blond de Caron (1919) e mais até a Habanita de Molinard (1921) que nos anos 20 aplicaram esta nota caracteristica nestas criações femininas ainda amadas.


Courrèges confiou a dois perfumistas da Takasago a conceção de Hyperbole, Antoine Lie e Jean Jacques. Juntos eles "teceram" uma silagem simples, suave e sensual, com a ideia de criar uma fragrância de tabaco feminina.
 

Perfumers Jean Jacques and Antoine Lie at the launch of Hyperbole                   Jean Jacques e Antoine Lie no lançamento de Hyperbole
 

A fragrância começa com um sopro especiado de pimenta branca sublinhado com pimenta rosa. Muito rapidamente o coração se envolve num acorde melífluo de tabaco, manchado com aromas de feno e fava tonka. A cumarina chega para arredondar o acorde com seu toque de amêndoa e baunilha. Como uma marca de água, um toque de rosa ilumina os toques florais da composição. Um toque de incenso prolonga as notas apimentadas do perfume, trazendo alguma verticalidade a esta composição bem arredondada. No final, o acorde melífluo de tabaco funde-se com a baunilha, bálsamos e almíscares.


Certamente, a ideia de um tabaco com mel não é em si inteiramente nova, como se comprova olhando para Tobacco Vanille de Tom Ford ou Back to black by Kilian, mas este mostra que é possível criar uma fragrância de massas sensual, sem entrar na facilidade desinteressante da edição gourmand.

O único defeito que encontro em Hyperbole talvez seja um rastro abafado na pele... Pelo menos na minha. (de qualquer forma tive elogios, saturando a minha pele com ele).
 

The visual for the new perfume of Courrèges                                                                           O visual do novo Courrèges

O visual criado para o perfume também reflete o desejo de afastamento das tendências omnipresentes. Quebrando com as fotografias banais de publicidade, sua cor laranja viva mostra uma modelo que faz lembrar Grace Jones, ícone dos anos 80, que esteve ligada a esta casa de moda no seu início.


Hyperbole está disponível desde Outubro primeiramente na companhia aérea Air France, em aeroportos e em www.courreges.com, e depois em todas as lojas da marca. Os frascos de 50 ml custam 72 euros, 100 ml custam 92 euros.

 

Sophie Normand

Editora, Escritora e Tradutora

Sophie Normand sempre foi uma entusiasta dos perfumes, desde quando tinha 13 anos de idade. Há alguns anos atrás, quando trabalhava como redatora na web, ela decidiu compartilhar sua paixão em um blog chamado MyBlueHour. Hoje, ela é escritora freelance (profissional autônomo), mas acima de tudo, continua sendo uma amante de perfumes esmagadores que gosta de compartilhar na internet.

Tradução: Miguel Matos



Anterior Avaliação de Fragrâncias Seguinte


Advertisement

Adicione sua resenha

Torne-se um membro desta comunidade perfume online e você poderá adicionar seus próprios comentários.

Advertisement

Advertisement

Marcas populares e perfumes: