Fragrâncias Transgênero La Perla (1987)

La Perla (1987)

09/25/15 05:27:41

por: Dr. Marlen Elliot Harrison

Mais uma resenha de fragrâncias que pergunta “Como é que o perfume transcende o gênero?”

Benvindos a “Transgênero”, uma exploração do aroma, gênero e liberdade olfativa. Apesar de pessoalmente eu não defender que as fragrâncias possuem um gênero, os estereótipos socioculturais sobre a masculinidade e a feminilidade muitas vezes prevalecem nas lojas de perfumes e são vistos como distinções importantes para muitos fãs das fragrâncias. Junte-se a mim na exploração de algumas de minhas obras-primas da perfumaria do século XX na minha busca de desafiar a retórica do marketing e colocar a questão “Como é que um perfume transcende o gênero?”

Sumário: A primeira fragrância da casa italiana de lingerie La Perla é um floral-chipre focado no patchouli que segue as tendências herbais-musgo dos anos 80. Agora reformulada, a atual EDT de 2015 acalma nas notas médias florais e aumenta os citrinos e resinas permitindo comparações com as tradicionais fragrâncias “masculinas” do mesmo tipo.

Perfumista: N/A, por favor comente se sabe.

Experimente se gosta de:
Patchouli, citrinos, camurça, incenso, mel, toques de rosa.

 

Me faz lembrar:
Paloma Picasso,
Givenchy Gentleman,
Azarro Acteur,
Magie Noire,
Aramis (La Perla poderia ser uma versão de verão),
Pavarotti for Men (sim, o cantor de ópera),
Estée Lauder Knowing,
Cabochard.

Prós & Contras: A primeira fragrância de La Perla tem seguidores fiéis precisamente devido ao seu bom comportamento em comparação com seus antecessores de temas similares (Picasso, Fendi, Sisley Eau de Soir); contudo, esta aparente simplicidade, especialmente na EDT moderna e de acordo com os fãs do Fragrantica, é uma desilusão presentemente pois La Perla parece ter perdido alguma de sua profundidade. Com um frasco limpo e  simples, uma silagem impressionante (especialmente nas duas primeiras horas), e preço acessível, La Perla é um perfume divertido para experimentar apesar da fraca longevidade (imagino que a EDP tenha um pouco mais para oferecer).

Apesar de muitas mulheres poderes ficar horrorizadas ao pensar que um perfume de lingerie italiana possa cruzar as fronteiras de gêneros (lembrem-se, eu não acredito nessas fronteiras), o perfume está perfeitamente a par com as tendências atuais “femininas” em fragrâncias e mais apropriadamente, é um sucesso quase garantido para amantes do patchouli de ambos os sexos. Por outras palavras, é preciso gostar de aromas verdes, de musgo e terrosos para tentar apreciar La Perla – minha outra metade imediatamente se afastou, pois ele é oficialmente odeia patchouli.

Notas: “Limão e bergamota, coentro e cardamomo criam o topo. O coração é floral e doce: rosa, jasmim, ylang-ylang e íris com um toque de mel e pimenta. A base é feita de resinas e árvores: patchouli, vetiver, sândalo e benjoim.” Fragrantica.com

Descrição do Designer: NA

Número de vezes que testei: 5+ nas última duas semanas.

Número de vaporizações aplicadas para esta resenha: 1 vaporização nas costas da mão a partir de um frasco novo de EDT que eu comprei online num outlet (frasco vertical de vidro fosco com tampa preta de plástico).

Força da fragrância: Eau de Toilette

Desenvolvimento: (Linear / Médio / Complexo): La Perla EDT oferece uma interessante viagem abrindo com um rasgo de citrinos e cardamomo. Imediatamente o patchouli e o musgo se aformam mas não de forma tão seca como em outros perfumes; o mel e o benjoim suavizam as arestas àmedida que as notas intermédias florais, com ylang e rosa sendo mais procunciadas, actuam como uma ponte para as notas de base de vetiver e sândalo. Apesar de não aparecer na lista, sinto um toque de camurça, talvez como resultado da combinação das outras notas.

Longevidade: (Curta / Média / Longa) A atual La Perla EDT mantém-se por 2-3 horas, percetível apenas como um aroma rente à pele por outras 2-3 horas depois.

Silagem: (Pouca / Média / Muita) Apesar de La Perla EDT não ser exatamente tímido após a aplicação, ele relaxa rapidamente. Consigo senti-lo surante as primeiras 1-2 horas, mas tive de ir cheirar meu braço para confirmar sua presença depois disso. Penso que este poderá ser um perfume seguro para o escritório quando se desenvolve e relaxa.

Nota sobre a embalagem: La Perla não está atualmente presente no website americano da companhia por isso não tenho a certeza sobre a distribuição dos frascos atuais. O meu frasco é elítico, translúcido, de vidro fosco com uma tampa preta de plástico que chega numa simples caixa de cartão preto e bege.

Onde posso comprar? Encontrei online por apenas $30 USD por um tester de 80ml.

Conclusão: Tenho uma estória interessante com La Perla. Em 1995 io era um dos primeiros perfumes que eu lancei como “modelo de fragrâncias”, ou representante de linha; foi há quase exatamente 20 anos quando eu comecei a trabalhar na indústria de fragrâncias no Neiman Marcus e Saks 5th Avenue. Apesar de io não ser um favorito na linha, eventualmente apaixonei-me pelo herbal-lavanda-couro de 1991’s Grigioperla (para homem; tristemente arruinado com a reformulação) e em 2000 o tema de canela em Grigioperla Touch; ainda uso o gourmand de 2000 Eclix e seu similarmente gourmand seguidor de 2002, Creation; e tenho um amor profundo pela edição de 1997 La Perla, o completamente diferente La Perla Prive (um invulgar e cintilante cítrico-floral de osmanthus e frésia). Tudo isto para dizer que parece estranho que me tenha levado 20 anos a experienciar o primeiro aroma que começou tudo, o homônimo La Perla. Acho que sua associação com Picasso (os frascos têm praticamente a mesma forma apesar de terem um design diferente), e minha forte aversão a Picasso devido a uma associação muito negativa, mantiveram-me afastado. Para mais, eu não sou um fã dos chipres; normalmente evito notas como vetiver e musgo de carvalho; acho o mel difícil de gostar; e rosa é uma das flores que menos gosto. Basicamente, La Perla deveria significar desastre. Engraçado, pois foi amor instantâneo.

Sou um grande fã de patchouli, especialmente quando usado em composições clássicas orientais que juntam a raiz verde com baunilha, âmbar ou resinas doces. E La Perla, para mim, é basicamente um cítrico, uma bomba com mel e patchouli e tónicas florais e amadeiradas. Lembrou-me imediatamente do clássico de 1974 da Givenchy Gentleman, e seus sósias tais como Giorgio of Beverly Hills for Men. Até certo ponto, La Perla também faz lembrar a aura geral das secagens de perfumes de Aramis tais como Aramis 900. Em outras palavras, La Perla é como usar uma versão moderna, atualizada, mais limpa de alguns dos clássicos masculinos dos anos 70, perfumes que tiveram uma grande influência nos chipres femininos dos anos 80; Lauder Knowing vem logo à mente apesar de La Perla ser mais simples, mais leve, e muito menos verde.

Eu adoro o frescor das notas de topo de La Perla; o cardamomo, coentro e limão são uma arejada enquanto os florais, em especial os tons de rosa, nunca parecem confusos ou datados. Aqueles que gostam de perfumes como Azzaro Acteur ficarão agradavelmente surpreendidos; as mulheres que não experimentaram Acteur poderão ficar interessadas. O patchouli em La Perla é educado, adocicado e não tão seco e sujo como alguns poderão temer. E apesar de eu gostar da nota suja do patchouli de vez em quando, acho que La Perla é bastante fácil de usar.

Na primeira vez fiquei preocupado que La Perla fosse impossível de tolerar, mas a mestria da combinação de verdes herbáceos com resinas tais como benjoim mantém o aroma em movimento numa direção contemporânea. Estou contente porque finalmente me joguei neste e porque mais uma compra às cegas não foi desastrosa, lol.

 

Dr. Marlen Elliot Harrison

Perfumista/proprietário da Kings Palace Perfumery, Dr. Marlen Elliot Harrison é também o criador de ThePerfumeCritic.com e colaborou com Perfumer & Flavorist, American Society of Perfumers, Basenotes, Fragrantica, Playboy,Men’s JournalMen’s HealthThe New York TimesForbes, NowSmellThis, e BeautyAddictMag.

Marlen é professor de humanidades com mais de 15 anos de academia internacional; sua investigação pode ser encontrada em publicações desde Pesquisa Qualitativa em Psicologia até Aprendizagem de Linguagem no Ensino Superior.


 

Tendo vivido nos EUA, Reino Unido, Japão & Finlândia, Marlen reside atualmente em Washington, DC onde trabalha em part-time no The Smithsonian Institute’s National Museum of the American Indian e como professor / superfusor de faculdade para os programas de formação online da Southern New Hampshire University em Escrita e Literatura. Saiba mais sobre Marlen em www.MarlenHarrison.com.

 

 

 



Anterior Fragrâncias Transgênero Seguinte


Advertisement

Adicione sua resenha

Torne-se um membro desta comunidade perfume online e você poderá adicionar seus próprios comentários.

Advertisement

Advertisement

Novos perfumes

Bonbon Spring SummerViktor&Rolf
Bonbon Spring Summer

Sun Pop Green FusionJil Sander
Sun Pop Green Fusion

Sun Pop Coral PopJil Sander
Sun Pop Coral Pop

Sun Pop Arty Pink Jil Sander
Sun Pop Arty Pink

Sunkissed DreamsHawaiian Tropic
Sunkissed Dreams

Island ResortHawaiian Tropic
Island Resort

Summer DreamsHawaiian Tropic
Summer Dreams

Golden ParadiseHawaiian Tropic
Golden Paradise

Evening Rose D`OrAerin Lauder
Evening Rose D`Or

Tangier Vanille D`OrAerin Lauder
Tangier Vanille D`Or

1881 SignatureCerruti
1881 Signature

Pure Grace Summer SurfPhilosophy
Pure Grace Summer Surf

First Instinct for HerAbercrombie & Fitch
First Instinct for Her

Leather SensationByblos
Leather Sensation

Metal SensationByblos
Metal Sensation

Solarissimo MarettimoAzzaro
Solarissimo Marettimo

Musk MalakiChopard
Musk Malaki

Bonjour SeñoritaTous
Bonjour Señorita

Mia Me MineHalloween
Mia Me Mine

Gisada UomoGisada
Gisada Uomo

Gisada DonnaGisada
Gisada Donna

KastellorizoMaison de Parfum Berry
Kastellorizo

AdoualaMaison de Parfum Berry
Adouala

Ambre 35Maison de Parfum Berry
Ambre 35

Coeur NoirMaison de Parfum Berry
Coeur Noir

Violette RebelleMaison de Parfum Berry
Violette Rebelle

PortraitMaison de Parfum Berry
Portrait

CathédraleMaison de Parfum Berry
Cathédrale

Éblouissants RefletsMaison de Parfum Berry
Éblouissants Reflets

MystiqueMaison de Parfum Berry
Mystique

Marcas populares e perfumes: