Matérias primas Ambrette: O Suave Almíscar Vegetal

Ambrette: O Suave Almíscar Vegetal

11/02/15 04:35:46 (2 comentários)

por: Elena Vosnaki

Tenho de vos confessar: Não consigo resistir a notas de almíscar.
 
E quanto mais humanas elas forem, melhor elas se registam em meu cérebro como familiares e desejáveis...o que é um problema dada a controvérsia, o desprezo, o pathos e o bathos das notas de almíscar nos perfumes. Há dois grupos distintos no segmento populacional que não sabe nada sobre almíscar: os que detestam por causa das antigas práticas de crueldade de estração do produto genuíno a partir do veado almiscarado; e os que detestam por causa dos almíscares de lavandaria, tais como o Galaxolide, usado aos montes em muitas fragrâncias modernas (emesmo em clássicos modernos há mais de 20 anos, tais como Lancome Tresor por exemplo ou "bombas" de nicho como Jubilation XXV!) 
 
UM ROMANCE CONDENADO?
 
Parece que nesta situação é impossível sair vencedor. O problema é que eu seguramente caio logo nas primeiras notas almiscaradas, sejam elas "limpas" ou "sujas". Eu vejo-me entre os poucos que consideram o famoso Muscs Kublai Khan by Serge Lutens um gato ronronante (apesar de admitir que é provavelmente o uso pesado de civeta que causa o lendário desafio "virilha suja de guerreiro" para muitos amantes de perfumes...). O que deverá uma moça fazer num ambiente hostil de detratores do almíscar por todos os lados? 
 
 
Até ao final do século XIX, o almíscar Tonkin natural do veado almiscarado era extensivamente usado na perfumaria. Ele conheceu seu pico no século XVII e no início do século XVIII quando era usado como um forte chamamento odorífero nas pútridas atmosferas das cidades europeias onde a proximidade humana, os excrementos e dejetos proliferava. Fogo com fogo, é o que se diz e o almíscar combatia o mau cheiro dos... eflúvios almiscarados. Mas os melhoramentos sanitários atiraram o almíscar fora e todas as personalidades emergentes nos novos impérios comelaram a preferir fragrâncias mais leves. 
 
A proveniência do almíscar natural tornou-se controverso no século XX e o desenvolvimento dos almíscares sintéticos resolveu alguns desses problemas, até ao banir dos nitromusks no final dos anos 1970. 
 
sementes de Ambrette
 
Felizmente para nós, existem algumas plantas que partilham as propriedades olfativas do almíscar, nomeadamente os componentes lactónicos macrocíclicos que fazem dos almíscares "humanizados" aquilo que eles são. Estas incluem a angélica (Angelica archangelica), a flor de almíscar (Mimulus moschatus) e as sementes de ambrette (Abelmoschus moschatus) que são na verdade alguns de meus produtos vegetais preferidos em toda a perfumaria.
 
O PERFIL AROMÁTICO DA AMBRETTE
 
A ambrette tem esse nome porque as suas sementes produzem um sedutor odor entre o âmbar e o almíscar com um caráter muito único. Ligeiramente fria e ligeiramente metálica por vezes, graças à sua riqueza em farnesol, uma nota próxima do lírio do vale, mas também sutilmente animálica. Em sua forma diluída toma facetas frutadas de pêra e "eau de vin" ou ameixa, assim como aspetos de íris responsáveis por suas propriedades ao mesmo tempo metálicas e amiláceas. Se é fã do licor francês Bénédictine então certamente já encontrou este vício no "buquê" da bebida. 
 
É importante aqui notas e diferenciar entre a semente de ambrette de uma fonte natural da planta e o famoso (e agora proibido de usar devido a questões de neurotoxicidade) almíscar de ambrette; um difusivo e tenaz nitromusk sintético que cheira profundamente quente-almiscarado e foi usado em vários clássicos de décadas passadas como Chanel No.5)
 
 
FRAGRÂNCIAS QUE SALIENTAM A AMBRETTE
 
Seu característico uso em perfumaria pode ser experienciado melhor pelo amante de perfumes em Chanel No.18 se não conseguir encontrar o material puro. Musc Nomade de Annick Goutal aproxima-se do cheiro do almíscar através do uso combinado de musk mallow e angelica; está entre as minhas fragrâncias de almíscar favoritas graças a seu toque humano mas também por sua sutileza clássica. É um almíscar vegetal que está no limite do reino das plantas; soberbo em seu delicado equilíbrio. Eu digo que é a Fanny Ardant dos almíscares; sedutor e enigmático; belo e sexy de forma natural. Outra versão a explorar é Musc Botanique de Strange Invisible Perfumes.
 
 
Também se pode cheirar a ambrette (sim!) no fedorento Muscs Kublai Khan, mas também no muito mais limpo Clair de Musc. Os atributos mais confortáveis podem ser sentidos em L'Artisan Parfumeur Bois Farine mas também em fontes pouco prováveis como Champs Elysées de Guerlain
 
A ORIGEM DA PLANTA E PROCESSO DE PRODUÇÃO
 
As pequenas sementes fazem lembrar rins e vêm dentro de uma crosta que exsuda uma resina amarela que dá às sementes seu odor peculiar. 
 
O cultivo acontece na área do Equador; especificamente na Índia e Indonésia. De acordo com a diretora artística da Guerlain Sylvaine Delacourte cerca de 60 toneladas são colhidas anualmente com a recolha manual acontecendo no início do verão. Isto dá à ambrette uma preciosa matéria-prima que é usada em perfumaria muito menos daquilo que seria de esperar considerando sua soberpa replicação olfativa das lactonas macrocíclicas do almíscar natural. 
 
 
A destilação das sementes dá à ambrette o óleo essencial que é pastoso em consistência e precisa de algum trabalho adicional para conseguir um "absoluto de ambrette". Poderá talvez ouvir falar do termo "manteiga" de ambrette em relação ao óleo do primeiro estágio (análogo à "manteiga de orris") apesar de tecnicamente isto ser incorrecto.
 
A manipulação seguinte com solventes extrai os restantes ácidos orgânicos sólidos que separam-se para deixar o absoluto. Outro método usas a extração supercritica CO2 que dá um rendimento melhor e mais puro. 
 
USOS DA AMBRETTE NA MEDICINA TRADITIONAL
 
As sementes de ambrette foram usadas por suas propriedades relaxantes mas também stimulantes; a medicina Ayurvédica valoriza-as como um afrodisíaco enquanto o óleo essencial e a infusão são valorizados como suavizantes da pele para vários problemas que causam comichão. 
 
 
As sementes de musk mallow são por vezes adicionadas ao café. Este é, claro, famoso por ser portador de outra essência animal; a da civeta...
 
BOTTOM LINE
 
Se ainda não se converteu às muitas graças da ambrette pegue numa caneta e anote a seguinte lista de perfumes com semente ambrette. Poderá se deparar com sua próxima "nota" favorita como aconteceu comigo muitas luas atràs. 
 
 
 
 
Créditos fotográficos: Fragrantica; sementes via www.payanbertrand.com; Annick Goutal & Chanel via gala.fr
 

Elena Vosnaki

Elena Vosnaki é historiadora e escritora sobre perfume. É da Grécia e escreve para o Fragrantica. É a fundadora e editora do Perfume Shrine, um das mais respeitadas publicações independentes online sobre perfumes que contém resenhas de fragrâncias, entrevistas à indústria, ensaios sobre materias-primas e história do perfume, vencedora do Prémio Fragrantica Blog Awards e finalista em numerosos concursos e prémios de blogues.

A sua escrita foi reconhecida nos Prémios Fifi Awards para Excelência Editorial em 2009 e ela também colabora com publicações em todo o mundo.

Traduzido e editado por Miguel Matos (migueldematos).

 
 
 


Anterior Matérias primas Seguinte


Advertisement

gargaum
gargaum

Elena apavora mesmo. Adoro esses artigos sobre as matérias primas. Já sou alucinado com os cheiros da natureza, fico mais atiçado ainda pra conhecer!

Nov
03
2015
Jernê Knowles
Jernê Knowles

Elena Vosnaki é destruidora mesmo, caramba, uma aula sobre Ambrette, e de forma lúdica e assertiva! Sinto-me privilégiado por ter conhecido alguns clássicos da perfumaria com a nota natural do Almíscar, e a do segmento animal por melhor dizer,e como diz Elena neste brilhante texto, seja a nota suja ou não, era uma das notas mais vívidas e belas a ser sentida no mundo sinestésico da perfumaria! Tenho minhas preferências em notas, lógico, mas depois desse artigo, e por saber que as sementes de Ambrette remetem ao sensual Almíscar, meu coração balançou legal aqui! [risos]...

Nov
02
2015

Adicione sua resenha

Torne-se um membro desta comunidade perfume online e você poderá adicionar seus próprios comentários.

Advertisement

Advertisement

Novos perfumes

Le Male Superman Eau Fraiche Jean Paul Gaultier
Le Male Superman Eau Fraiche

Classique Wonder Woman Eau Fraiche Jean Paul Gaultier
Classique Wonder Woman Eau Fraiche

BlyssPerfumology
Blyss

The Man IntenseParfums Marco Serussi
The Man Intense

The LadyParfums Marco Serussi
The Lady

MarbleASAMA Perfumes
Marble

J`Adore In JoyChristian Dior
J`Adore In Joy

Flora Gorgeous Gardenia Limited EditionGucci
Flora Gorgeous Gardenia Limited Edition

Forget-Me-NotMixit
Forget-Me-Not

Back In BlackMixit
Back In Black

Dark RoomMixit
Dark Room

Earth MotherDame Perfumery
Earth Mother

Sky FatherDame Perfumery
Sky Father

Crystal d'AfriqueDavid Thibaud-Bourahla
Crystal d'Afrique

Mystic Leather NightsJesus Del Pozo
Mystic Leather Nights

Zara RoseZara
Zara Rose

Zara BlackZara
Zara Black

Zara WhiteZara
Zara White

Zara OrchidZara
Zara Orchid

Zara GardeniaZara
Zara Gardenia

Zara JasmineZara
Zara Jasmine

Zara Vainilla 2017Zara
Zara Vainilla 2017

Zara Zen GardenZara
Zara Zen Garden

Rose ExtaseNina Ricci
Rose Extase

Guess 1981Guess
Guess 1981

Double-FondJean-Michel Duriez
Double-Fond

Bois FroissésJean-Michel Duriez
Bois Froissés

Mon Paris SecretJean-Michel Duriez
Mon Paris Secret

Bleu FramboiseJean-Michel Duriez
Bleu Framboise

L`IllusiomagisteJean-Michel Duriez
L`Illusiomagiste

Marcas populares e perfumes: